Rate this post

No mundo da tecnologia, da imagem e do som, a projeção de imagem é um elemento utilizado em diversos setores, empresas, instituições de ensino ou até residências. Com o intuito de projetar a imagem para uma visão mais ampla ou para um maior grupo de pessoas, o projetor também traz algumas facilidades atualmente, com o avanço da tecnologia. Neste quesito, a projeção de imagem sempre foi feita de forma traseira, onde o projetor era colocado na parte de trás da tela, onde a luz ambiente que refletia na parte de trás da tela pudesse ser contida e controlada, contribuindo com uma imagem mais nítida e limpa, e de forma com que a luz que estivesse batendo na frente da tela não interferisse na qualidade da projeção.

Mas, com o avanço da tecnologia, como citado anteriormente, hoje também é possível utilizar a projeção frontal, trazendo alguns pontos muito interessantes para quem utiliza esta tecnologia em casa, ou no trabalho. Quer saber quais são as diferenças entre a projeção traseira e a projeção frontal? Acompanhe: 

Pontos Negativos a serem considerados

 Em relação à projeção traseira que sempre foi utilizada convencionalmente, um dos problemas que deve ser considerado é que se reflete muito brilho de volta para os projetores, devido ao material da tela de projeção. Com isto, acaba resultando na perda significativa de brilho e definição, fazendo com que você invista mais em um equipamento que ofereça maior brilho do que o brilho da imagem que você vai projetar. 

 Outro ponto a ser considerado é que o espaço que será utilizado por trás da tela, para que tenha uma dimensão onde o espelhado seja feito de forma ideal, sem afetar na qualidade e definição da projeção. Sendo assim, serão necessários alguns cuidados e atenção especial para estes detalhes que serão significativos e poderá fazer com que você não desfrute de forma ideal do seu equipamento. Mas quando falamos de um projetor frontal acoplado à tela ALR, estes tipos de preocupações deixam de estar presentes na vida do usuário (mas claro, dependendo da situação).

A projeção frontal costuma vir com um conjunto de problemas específicos em sua aplicação, onde você deverá instalar os projetos no teto do local que será utilizado, afetando a decoração de forma visual, e também pode ocorrer da luz ambiente “lavar” a imagem na tela. Independentemente uma alternativa é que seja feita uma instalação intrusiva, onde é aplicada a seleção de uma lente de zoom longo que permitirá colocar o projetor ao fundo do local. Porém isso faria com que o valor investido fosse maior.

 Mas com estes pontos negativos, como selecionar o melhor equipamento para seu ambiente? Isso vai depender. Afinal, não existe uma solução precisa para todos os espaços ou também orçamentos, mas você pode adotar algumas maneiras de determinar essa questão de forma rápida e eficaz para sua finalidade. Veja os pontos que deverão ser considerados:

O que deve ser considerado para escolha do tipo de projeção?

 Inicialmente será necessário que você considere o espaço onde o projetor será instalado, pois se a projeção traseira for escolhida, terá que ter um espaço livre para distanciar o equipamento da tela, e manter a qualidade do conteúdo. Do contrário, você já sabe que o ideal é o equipamento de projeção frontal. É interessante também avaliar se a luz pode ou não ser controlada no ambiente de instalação, tanto luz natural, quanto luz de outros ambientes que podem invadir e afetar a qualidade de projeção. 

 É necessário que também seja levantando o questionamento sobre o conteúdo que será projetado: Serão mais imagens/vídeos ou textos? Isso porque se você exibir mais textos, a imagem projetada na parte frontal irá garantir uma vantagem em detalhes, quando comparada com a projeção traseira. 

A projeção traseira mesmo que ocupe mais espaço e precise de um ambiente dedicado para sua aplicação, acaba não sendo prejudicial à estrutura do ambiente (furos na parede, reformas, etc) e pode ser desmontado depois que for utilizado, se for o caso, então nesta situação você terá que identificar o que é mais valioso pra você: o espaço ou o investimento?  

 No ponto de vista do investimento, os materiais da tela de projeção traseira e tecnologias empregadas poderão ser mais caros que as telas de projeção frontal. Se em seu caso é possível realizar o investimento para acomodar a instalação traseira, definitivamente será a melhor opção, desde a parte tecnológica, até a parte estética. Agora, se a situação necessitar de uma remodelação de ambiente para comportar sua instalação, a melhor opção seria sem dúvidas a projeção frontal. No mercado existe uma grande variedade de telas ALR com diversas opções de configurações e tipos de projetores brilhantes de alta resolução, onde você poderá atingir ou até ultrapassar o resultado final da projeção traseira.

Cada situação pode ser bem específica e é necessário que você analise bastante seu ambiente, objetivo e também busque opiniões profissionais. Ficou alguma outra dúvida referente à tipos de projeção? Deixe nos comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.